domingo, 15 de maio de 2011

TIMELINE: O tratado de Coruscant. Ano zero

Posted by Darlan Lira On 19:15 3 comentários




Saudações,
Sou o mestre Gnost-Dural o guardião dos registros dos arquivos Jedi, é como tal o conselho solicita que eu execute a assustadora tarefa de revisar todos os registros históricos a luz das novas revelações sobre a formação do Império Sith.

Especificamente fui escolhido para rastrear os eventos que deram origem ao conflito entre o Império e a República, os Sith e os Jedi, e descobrir as raízes da luta que nos afeta como uma praga nos dias de hoje.

Escolhi começar com o evento, que por definição é o mais singular dos últimos anos já que é sem precedentes na historia, o acordo de paz entre o Império Sith e República Galáctica conhecido como O Tratado de Coruscant.

Três Séculos após a morte de Darth Malak, e o fim da guerra civil jedi, o verdadeiro Império Sith regressa do espaço profundo atacando a República. Eles começaram uma guerra diferente de qualquer outro na história da galáxia.

A Grande Guerra galáctica se arrastou durante décadas. Milhares de Jedi e Sith foram mortos, inúmeros sistemas estelares foram devastados.
Apesar de agora controlar meia galáxia, Imperador sith ficou impaciente e esperava uma vitória rápida e decisiva contra a república.

Os lordes do conselho sombrio surpreenderam ao senado da república com uma oferta de paz, a qual o senado da república não poderia ignorar; Uma vez que situação tinha-se complicado para os esforços de guerra da república desde que a rota comercial  mais importante entre a orla externa e os mundos do Núcleo ainda estava se recuperando do bloqueio organizado pelos Mandalorianos.

O conselho Jedi pediu cautela ao senado para considerar a oferta dos Sith, mas mesmo o conselho teve de admitir que essa guerra era invencível e o tratado seria a única esperança de alcançar a paz. A república convocou os diplomatas imperiais ao planeta Alderaan, visando discutir o cessar-fogo de proporções galáctico... Mas o império Sith ainda tinha mais uma jogada a fazer.

A frota Imperial lança um ataque surpresa à capital da República, Coruscant, Bombardeando em plena órbita do planeta, as torres sem fundo do mundo cidade, incapacitando suas defesas e abrindo o caminho para uma invasão em terra que aniquilou com o Templo Jedi, capturou a torre do senado e seqüestrando e fazendo o planeta inteiro de refém; Enquanto isso em Alderaan, os diplomatas da república não tiveram muita escolha, e apesar dos termos desfavoráveis, o Tratado de Coruscant foi assinado.

Os Jedi e as tropas da república começaram a se retirar dos campos de batalha ao redor da galáxia, deixando que sistemas estelares fossem rapidamente engolidos pelo Império Sith. Quando retornaram para Coruscant, os jedi  encontram o seu templo em ruínas e senadores irados que os culpavam por todos os problemas da república. E apesar de ainda serem comprometidos com a defesa da república, os Jedi se mudam para seu planeta natal, Tython, para descansar, meditar e buscar a orientação da Força.

Assim começou o inédito impasse, onde os jedi se reconectaram

com suas raízes, a República cuida de suas feridas
enquanto os Sith consolidam seu poder,
em uma galáxia dividida entre escuridão e a luz.

Em retrospecto, esse resultado era inevitável, 
e teria vindo mais cedo se não fosse por algunsdos aliados menos agradáveis ​​ 
da República.Pretendo abordar melhor essa teoria
em breve.














3 comentários:

Muito bom!! Estou jogando atualmente o Star Wars Lego III... o jogo retrata mtas histórias paralelas às principais, eu recomendo ;)

ainda mais baseado na serie que é um ninho de mafagafo na cronologia oficial.

quanto a timeline , até agora tem 12 entradas, com previsão para mais 7 totalizando 19 entradas que remontam provavelmente até o inicio da republica e quanto mais se le mais intrigante fica .

Assim que você concluir a timeline, posso fazer um esquema de slideshow aqui no blog(diferente do atual e menor) que retrate toda história ;)

Postar um comentário